São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - Domingo 17 de Junho de 2018 - Ano: X - Edição: 3.530

Porto do Pecém em São Gonçalo do Amarante inicia 2018 com aumento nas movimentações


As importações foram destaque nas movimentações de janeiro com 16% de incremento


21/02/2018

O ano novo apresenta resultado positivos. Já no primeiro mês de 2018, o Porto do Pecém apresentou o incremento de 8% nas movimentações quando comparado ao mesmo período do ano passado. Ao todo, foram exportados e importados através do Pecém 1.470.339 toneladas.

As importações se destacaram com 16% de crescimento, passando de 964.468 t em 2017 para 1.117.617 t este ano. As principais cargas movimentadas e responsáveis por este resultado foram o carvão mineral (689.076 t), produtos siderúrgicos (31.782 t) e adubos ou fertilizantes (10.578 t). Já nas exportações houve uma queda de 10%. As mercadorias mais relevantes foram de placas de aço (207.844 t), frutas (20.418 t), água de coco (2.547 t). 

Destaques 

As placas de aço, produzidas pela Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) são um dos principais produtos movimentados através do porto cearense e representam 20% de participação na movimentação total de janeiro. As 243.025 t do material que saíram de Pecém foram enviadas para Turquia, Coréia do Sul, China, Polônia e também para outros estados brasileiros. 

Nas importações, o carvão mineral lidera o ranking do amplo mix de cargas movimentadas através do Pecém, com um aumento de 54,6%, quando comparado ao primeiro mês do ano de 2017. O granel sólido foi importado da Colômbia (66%), Rússia (12%), Estados Unidos (11%) e Moçambique (11%). 

“Seguimos crescendo, mas nosso trabalho continua. Esperamos superar 2017, principalmente depois do novo serviço anunciado, que seremos a única parada da nova linha da Maersk/Hamburg Sud para a Ásia. Acredito que teremos um crescimento significativo nas movimentações depois do início das atividades dessa linha”, declara Danilo Serpa, presidente do Porto do Pecém.

Cabotagem 

Na movimentação entre portos brasileiros (cabotagem) ao todo, foram movimentados 452.664 t. O resultado foi puxado pelo desembarques de minério de ferro (214.286 t), produtos siderúrgicos (46.236 t), gás natural (30.026 t) e embarques de placas de aço (35.181 t), farinha de trigo (9.206 t), sal (8.289 t), cimentos (7.572 t) e arroz (5.053 t).


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]