A casa de Temer caiu


"A prisão de amigos de longa data, todos próximos e relacionados a suspeitas de corrupção na área portuária, deve liquidar com as pretensões do presidente Michel Temer de concorrer à reeleição, ou mesmo de tornar-se figura de peso na disputa" escreve a colunista Tereza Cruvinel

POR TEREZA CRUVINEL | 30 DE MARÇO DE 2018

A jornalista Tereza Cruvinel considera que, com a prisão dos aliados próximos ao círculo íntimo de Michel Temer, a casa do peemedebista caiu de vez.


Confira abaixo alguns trechos:

"A prisão de amigos de longa data, todos próximos e relacionados a suspeitas de corrupção na área portuária, deve liquidar com as pretensões do presidente Michel Temer de concorrer à reeleição, ou mesmo de tornar-se figura de peso na disputa.

Ele volta às cordas, depois da ofensiva com a agenda de segurança.

Tornou-se agora realmente provável a apresentação, pela Procuradoria Geral da República, de uma terceira denúncia contra ele, que tramitaria na Câmara em ambiente político bem diferente daquele que permitiu a rejeição de outras duas.

A principal diferença tem um nome: Rodrigo Maia. Ele, que comandaria a tramitação da denúncia, e seria o sucessor legal de Temer caso fosse aprovada, agora é candidato a presidente e distanciou-se muito do governo.

Ele e o DEM perderiam a chance de uma disputa presidencial no cargo? O Centrão ajudaria?"


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]