Açude Castanhão recebe 32,9 milhões de metros cúbicos de água em uma semana; nível sobe um metro





Barragem está com 2,59% da capacidade total de armazenamento. Dos maiores reservatórios do Estado, açude foi o que recebeu maior volume de água

02/03/2018 - Em uma semana, o volume do Castanhão aumentou 32,9 milhões de metros cúbicos. O montante de água, que seria suficiente para deixar muitos reservatórios do Estado na cota máxima, representa um crescimento de 0,49 ponto percentual na capacidade do maior açude do Brasil. Atualmente, o espelho d’água está com 2,59% do volume total. Há mais de uma semana, o Castanhão está “tomando água”, uma sequência que não acontecia desde o início do ano passado. Visualmente, o nível da barragem aumentou um metro.

Se as previsões dos meteorologistas para a quadra chuvosa deste ano — de fevereiro a maio — se confirmarem, este será o mês no qual maior quantidade de água chegará ao local. Historicamente, março é o período com precipitações mais intensas no Ceará. A média para o Estado é de 203,4 milímetros (mm).

A previsão da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) indica que há 45% de chances de as chuvas serem acima do normal neste início de ano. Em fevereiro, o prognóstico se confirmou. Com total de 182,2 mm, os pluviômetros registraram volume de chuva 53,6% maior que a média histórica, considerando dados desde 1981.

Reservas

Dos maiores reservatórios do Ceará, o Castanhão é também o que recebeu maior quantidade de água na última semana. O Orós, por exemplo, aumentou 430 mil metros cúbicos em sete dias, resultando em uma variação de 0,02 ponto percentual no volume armazenado, chegando a 5,81%. Já o Banabuiú “perdeu água” nos últimos dias, mas em quantidade que não impactou a parcela de ocupação do reservatório, mantido a 0,45% do volume total.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]