São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quarta-feira 18 de Julho de 2018 - Ano: X - Edição: 3.561

Após ameaças dos fascistas, povo abraça e escolta Lula em Chapecó



Aquela que poderia ser uma das etapas mais tensas da caravana do ex-presidente Lula, em razão de ameaças fascistas, terminou de forma apoteótica, com o presidente Lula sendo escoltado pela população catarinense até o seu hotel, na cidade de Chapecó; "Depois das ameaças, o ex-presidente Lula caminhou protegido pelo povo de Chapecó do palco do ato até o hotel, onde entrou pela porta da frente", disse o deputado Paulo Pimenta (PT-RS); em seu discurso na noite de ontem, Lula disse ainda que "o ódio não leva a nada"


25 DE MARÇO DE 2018

Aquela que poderia ser uma das etapas mais tensas da caravana do ex-presidente Lula, em razão de ameaças fascistas, terminou de forma apoteótica, com o presidente Lula sendo escoltado pela população catarinense até o seu hotel, na cidade de Chapecó. "Depois das ameaças, o ex-presidente Lula caminhou protegido pelo povo de Chapecó do palco do ato até o hotel, onde entrou pela porta da frente", disse o deputado Paulo Pimenta (PT-RS).

Em seu discurso na noite de ontem, Lula mandou um recado para os fascistas. "Um abraço, Chapecó! Um beijo e até mais se Deus quiser. Um conselho: não vamos ficar raivosos. E fascistas: aprendam a viver em democracia. O ódio não leva a nada", afirmou.


1 comentários:

Manoel Oliveira disse...

QUERO DIZER A VOCÊS, QUE AQUELES TUMULTO FOI FORMADO PELOS, CRIMINOSOS POLITICOS, QUE FIZERAM AS MENINAS NO AGRO-NEGOCIO DE ESCRAVAS , EXATAMENTE BANDIDOS POLITICOS DO PSDB E MDB, DO RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA. APOIADO POR ESSE MELIANTE MICHEL TERMRE R E O GERALDO ALCKMIN.

[ Deixe-nos seu Comentário ]