São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quarta-feira 18 de Julho de 2018 - Ano: X - Edição: 3.561

Como Sérgio Moro, Lava Jato e EUA desmontaram a política e a economia do Brasil



O jornalista Luis Nassif descreve as relações entre instituições e empresas dos Estados Unidos e a autoridades brasileiras, especialmente responsáveis pela operação Lava Jato, para mostrar como americanos desmontaram a política e a economia brasileiras; "É inegável que todos os que se submeteram aos afagos do Atlantic Council, de Sérgio Moro e os procuradores da Lava Jato a Rodrigo Janot, definiram claramente suas lealdades: não mais com o Brasil, mas com a nova ordem global. E custaram mais barato que as miçangas com que os colonizadores portugueses desarmaram as defesa indígenas: bastou o afago ao ego", diz Nassif

19 DE MARÇO DE 2018

O jornalista Luis Nassif descreve as relações entre instituições e empresas dos Estados Unidos e a autoridades brasileiras, especialmente responsáveis pela operação Lava Jato, para mostrar como americanos desmontaram a política e a economia brasileiras. 
PUBLICIDADE
Nassif diz que o cerne da operação foi o acordo de cooperação internacional entre a Procuradoria-Geral da República e o Departamento de Estado americano. Leia um trecho:
"Essa colaboração foi a gazua que permitiu, mais adiante:
·         a completa abertura do pré-sal,
·       o desmantelamento da Petrobras, com a venda de partes relevantes, como oleodutos, gasodutos, subsidiários no exterior;
·         a venda da Embraer para a Áfirca;
·         a saída completa das empreiteiras brasileiras da África e da América Latina;
·         a queima da MARCA Brasil no mundo, provocando desgaste diplomático e desprestigio do Pais, agora apontado como o mais corrupto entre os grandes países, o que é falso.
É inegável que todos os que se submeteram aos afagos do Atlantic Council, de Sérgio Moro e os procuradores da Lava Jato a Rodrigo Janot, definiram claramente suas lealdades: não mais com o Brasil, mas com a nova ordem global.
E custaram mais barato que as miçangas com que os colonizadores portugueses desarmaram as defesa indígenas: bastou o afago ao ego."
Leia o artigo completo no Jornal GGN

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]