Corpos de mulheres assassinadas são retirados do Rio Ceará em Caucaia



Vítimas foram torturadas, mortas e esquartejadas após implorarem pela vida e assumirem, em vídeo, trocar de facções criminosas


09/03/2018

A localização das vítimas mortas há uma semana, no Parque Leblon, em Caucaia, foi revelada pelos próprios acusados à Polícia Civil. As vítimas foram torturadas, mortas e esquartejadas após implorarem pela vida e assumirem, em vídeo, trocar de facções criminosas. A equipe do Corpo de Bombeiros identificou pedaços dos corpos soterrados em uma manancial no Rio Ceará, nesta manhã, 9.

A Perícia informou que os três corpos foram encontrados separados da cabeça, e um deles sem braço. Cinco mergulhadores do Corpo de Bombeiros faziem o procedimento. Os corpos estão em estado avançado de decomposição, já que o crime ocorreu há uma semana. "São muitos dias soterrados com lama e água. A gente observou presença de braços, mãos e rostos", detalhou o Capitão Sidney, dos Bombeiros.

Os corpos foram encontrados em uma cova coberta com lama e folhagem. "A gente não sabe mensurar de quem são os corpos. Algumas vítimas estão desfiguradas pelo adiantar dos dias", afirma Sidney.

As buscas ocorriam desde a última terça-feira, 6, quando os acusados do crime foram encontrados pela Polícia. Foram presos três homens e um adolescente foi apreendido na Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). Os acusados responderão por homicídio qualificado, tortura, ocultação de cadáver e formação de quadrilha.



0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]