São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 17 de Julho de 2018 - Ano: X - Edição: 3.560

Edson Fachin, o ingrato



17 de Março de 2018 | POR ESMAEL MORAES 

O apóstolo Pedro negou Jesus Cristo três vezes. O ministro do STF Edson Fachin já negou Lula duas vezes, apesar de dever o cargo político que ocupa ao PT e à bancada paranaense no Senado — leia-se senadores Alvaro Dias, Gleisi Hoffmann e Roberto Requião. 

“Antes de o galo cantar, você vai dizer três vezes que não me conhece”, antecipou Lula, isto é, Jesus para Pedro.

Fachnin negou nesta sexta (16) pela segunda vez habeas corpus que livraria Lula da prisão. A defesa do ex-presidente havia pedido que o STF só executasse a condenação após recursos em todas as instâncias da Justiça, como prevê a Constituição Federal.

Pedro cometeu a mesma traição que Judas, mas teve a dignidade de pedir perdão. Posteriormente ele foi perdoado, mas Judas foi condenado pela História.

Até as capivaras do Parque Barigui, de Curitiba, sabem que o ministro Fachin fez carreira jurídica e acadêmica na tradicional UFPR tendo no seu entorno militantes do PT e de movimentos populares, a exemplo do MST. Por isso ele foi nomeado no Supremo pela presidenta eleita Dilma Rousseff.

Como Cristo, Lula ainda será negado pela terceira vez? A conferir.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]