Sérgio Moro: O exterminador de empresas e empregos no Brasil



Segundo o deputado estadual Rogério Correia (PT), "qualquer pessoa minimamente informada, e com independência ideológica, sabe que o que não faltam no mundo são empresas corruptas"; "Os executivos são efetivamente punidos, mas as empresas -- e sobretudo seus milhares de empregos -- são preservados", diz ele no Facebook; "O juiz Sergio Moro faz o contrário. Atualmente, despiu-se da toga e vestiu a fantasia de lobista numa viagem pelo mundo. No México, deu palestras, com cobertura pela mídia local, alardeando que as empresas brasileiras pagam propina. ("é mesmo? e as daqui não?", devem ter pensado os mexicanos)"

1 DE MARÇO DE 2018 

Minas 247 - O deputado estadual Rogério Correia (PT) alfinetou o juiz federal Sergio Moro, responsável pelo julgamento dos processos da Operação Lava Jato em primeira instância jurídica.

De acordo com o parlamentar, "qualquer pessoa minimamente informada, e com independência ideológica, sabe que o que não faltam no mundo são empresas corruptas. Histórias para ilustrar isso não faltam. A Siemens e a Daimler, na Alemanha. Haliburton e Alcoa, nos Estados Unidos. A Parmalat, na Itália. A Total e a Technip, na França. E várias, várias, centenas de outras".

"É inimaginável que alguém importante de qualquer desses países saísse pelo mundo numa campanha contra essas empresas. Mesmo envolvidas em corrupção. O que ocorre é exatamente o contrário. Os executivos são efetivamente punidos, mas as empresas -- e sobretudo seus milhares de empregos -- são preservados", acrescentou.

Segundo o petista, "o juiz Sergio Moro faz o contrário. Atualmente, despiu-se da toga e vestiu a fantasia de lobista numa viagem pelo mundo. No México, deu palestras, com cobertura pela mídia local, alardeando que as empresas brasileiras pagam propina. ("é mesmo? e as daqui não?", devem ter pensado os mexicanos)".

"Nos EUA, Moro participará de evento patrocinado por uma Americas Society/Council of the Americas, uma rede que reúne os bacanas de Wall Street. Depois, receberá um tal prêmio de 'Homem do Ano'. Sergio Moro é um juiz de Direito. Repetindo: é um juiz de Direito! Não há algo muito estranho nisso aí?".






0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]