São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sábado 21 de Julho de 2018 - Ano: X - Edição: 3.564

Paulo Pimenta detona Dallagnol e Brettas ‘fariseus hipócritas que transformaram o Judiciário em Reino da Demagogia’



Deputado Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara, fez duras críticas aos "fariseus" do sistema Judiciário brasileiro; "Fariseus hipócritas transformam o sistema judiciário brasileiro no reino da seletividade e da demagogia. Com seus milionários salários e todo tipo de privilégios, se negam a cumprir a CF. Constituintes foram eleitos pelo povo, não foram fruto da meritocracia, esse é o ponto!!", disse Pimenta, pelo Twitter, ao compartilhar o anúncio do jejum pela prisão do ex-presidente, feito pelo procurador Deltan Dallagnol, e que recebeu apoio do juiz Marcelo Bretas


2 DE ABRIL DE 2018

O deputado Paulo Pimenta (RS), líder do PT na Câmara, fez duras críticas ao que chamou de "fariseus" do sistema Judiciário brasileiro. 

"Fariseus hipócritas transformam o sistema judiciário brasileiro no reino da seletividade e da demagogia. Com seus milionários salários e todo tipo de privilégios, se negam a cumprir a CF. Constituintes foram eleitos pelo povo, não foram fruto da meritocracia, esse é o ponto!!", disse Pimenta, pelo Twitter. 
"Na realidade é o discurso da meritocracia que justifica a extrapolação das competência do sistema de justiça. Uma 'casta' selecionada nos 'melhores filhos' dos 'cidadãos de bem' que devem gerir os destinos da nação", critica o líder petista. 
Críticas de Paulo Pimenta ocorrem em meio à declaração do procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato no MPF, que anunciou pelo Twitter um jejum pela prisão do ex-presidente Lula, ao reconhecer que o STF poderá cumprir o que determina a Constituição e deixar Lula em liberdade até o processo transitar em julgado. A "iniciativa" de Dallagnol recebeu o apoio do juiz federal Marcelo Bretas, que foi bastante criticado após a revelação de que  foi à Justiça para acumular o recebimento de auxílio-moradia junto com a esposa, também juíza, mesmo os dois morando em imóvel próprio.

Para os "fariseus", diz Pimenta, os poderes eleitos pelo voto popular não possuem o "filtro necessário", a "preparação técnica exigida", a "formação cultural e intelectual" que a sociedade moderna exige dos seus gestores. "Não falam inglês fluentemente, mal conhecem o Brasil, quiçá a Europa e os EUA. Não estudaram nas melhores escolas, não fizeram mestrado em Harvard nem em Oxford, como podem ter pretensão de fazer leis?? É isso o que pensam de verdade", acrescenta o líder do PT.
4ª feira é o dia D da luta contra a corrupção na #LavaJato. Uma derrota significará que a maior parte dos corruptos de diferentes partidos, por todo país, jamais serão responsabilizados, na Lava Jato e além. O cenário não é bom. Estarei em jejum, oração e torcendo pelo país.

— Deltan Dallagnol (@deltanmd) 1 de abril de 2018

Caro irmão em Cristo, como cidadão brasileiro e temente a Deus, acompanhá-lo-ei em oração, em favor do nosso País e do nosso Povo. https://t.co/Ubf4JErDXA

— Marcelo Bretas (@mcbretas) 1 de abril de 2018 



1 comentários:

francisco duarte disse...

O procudador esquceu que ontem era o dia da mentira?

[ Deixe-nos seu Comentário ]