São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 22 de maio de 2018 - Ano: X - Edição: 3.504 - Visualizações: 22.150.328 - Postagens: 33.408

Raquel Dodge recebeu R$ 11.285 em diárias para palestra de uma hora nos EUA. Esta é a Ju$tiça brasileira



Segundo boletim do MPF, a instituição pagou sete diárias para a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e as passagens aéreas; também consta que o MPF emitiu passagens para o seu marido, o americano Bradley Dodge, acompanhá-la no evento; após ligações da reportagem do Buzzfeed, Dodge transferiu para os cofres públicos os valores das passagens e a taxa cobrada pela agência, no total de R$ 5,2 mil


25 DE ABRIL DE 2018

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recebeu R$ 11.285 em diárias por sua participação, no último dia 16, num evento nos Estados Unidos promovido por uma associação de alunos e ex-alunos de Direito de Harvard. De acordo com o boletim administrativo do Ministério Público Federal, a instituição pagou sete diárias para Dodge e as passagens aéreas, constando a saída do Brasil no dia 12, uma quinta-feira, e a volta no dia 18, uma quarta. As informações são é do site Buzzfeed.

PUBLICIDADE

No boletim administrativo também consta que o MPF emitiu, no dia 12, por meio de seu sistema interno e agência de viagens contratada, passagens para o marido da procuradora, Bradley Dodge, acompanhar a esposa no evento. A assessoria da PGR disse que Bradley Dodge não prestou serviços para a instituição e, por isso, não recebeu diárias, apesar de ter sido tratado no boletim como "colaborador eventual" do MPF.

De acordo com a assessoria, por questões de protocolo e segurança, Raquel Dodge não pode viajar sozinha e optou por levar o marido para evitar a ida de mais um assessor para os EUA, o que geraria não apenas custos de passagens, mas também diárias para o servidor.

A procuradoria disse que já no dia 12, quando as passagens foram emitidas, Raquel Dodge inseriu no sistema a informação de que ela iria ressarcir o MPF pelas passagens de seu marido. Na última segunda-feira (23), após ligações da reportagem do Buzzfeed, os valores das passagens e a taxa cobrada pela agência, no total de R$ 5,2 mil, foram transferidos por Dodge aos cofres públicos por meio do pagamento de uma GRU (Guia de Recolhimento da União).

Ainda segundo a assessoria, apesar de as passagens terem sido emitidas no dia 12, a PGR só pagaria por elas à agência de viagens na virada do mês. Como consequência, ao quitar a GRU antes na segunda (23), Dodge, na prática, teria antecipado o pagamento.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]