São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 17 de Julho de 2018 - Ano: X - Edição: 3.560

Deputado Paulo Pimenta pede CPI para investigar suspeita de propinas na Lava Jato



Tacla Duran acusou um compadre do juiz Sérgio Moro de oferecer “facilidades” junto ao MPF e ao Poder Judiciário, por meio do pagamento de propina


19 de Maio de 2018 | por Esmael Moraes

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) defendeu neste sábado (19), pelas redes sociais, a investigação de suspeitas de cobrança de propinas no âmbito da operação lava jato.

“O que mais falta para que os crimes da Lava Jato sejam investigados ?? A mesma denúncia de @TaclaDuran agora apresentada por outras pessoas !!”, escreveu no Twitter o parlamentar gaúcho.

Para Pimenta, a denúncia de que advogado especialista em delação premiada teria cobrado propina para blindar (taxa de proteção) acusados da lava jato no Ministério Público Federal e Polícia Federal corrobora o que dissera Rodrigo Tacla Duran, em novembro de 2017, na CPI da JBS.

No Congresso Nacional, Tacla Duran acusou um compadre do juiz Sérgio Moro de oferecer “facilidades” junto ao MPF e ao Poder Judiciário, por meio do pagamento de propina.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]