São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 22 de maio de 2018 - Ano: X - Edição: 3.504 - Visualizações: 22.150.328 - Postagens: 33.408

‘Eu não me incomodo com isso’, diz Temer sobre manifestações de hostilidade



2 de maio de 2018

O presidente Michel Temer disse nesta quarta-feira que não se “incomodou minimamente” com as manifestações de hostilidade contra ele no local do desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, em São Paulo. Ele disse que sabia que indo até lá sofreria com algum tipo de hostilidade. De acordo com Temer, “o importante era o gesto de autoridade” e que, se ele não tivesse comparecido, também seria alvo de crítica.

— Eu não me incomodo com isso. O importante era o gesto de autoridade. Porque você é presidente da República, em um caso como esse, convenhamos, uma tragédia das mais dramáticas e com gente muito carente, muito pobre. Eu estando em São Paulo e não comparecer lá seria objeto de críticas, vocês (se referindo aos jornalistas) estariam me fazendo a pergunta ao reverso. Eu sabia que indo lá eu teria algum hostilidade. Mas eu não me incomodei. Fui lá, fiz declarações à imprensa, já havia falado com o ministro da Integração Nacional, já havia ligado para o ministério das Cidades, enfim coloquei-os todos nessa questão e portanto não há problema nenhum. O mau seria eu não revelar autoridade de presidente, temeroso de uma ou outra hostilidade, que sempre é negativa, não é útil, acho que o país precisa tomar critérios de educação cívica. Mas eu não me incomodei minimamente com isso — argumentou o presidente. 

Temer foi chamado de “golpista” e precisou deixar o local às pressas. O carro em que estava o chefe do Executivo foi chutado. Objetos foram arremessados em direção a ele.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]