São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 17 de Julho de 2018 - Ano: X - Edição: 3.560

Sem combustível, BRF a maior empresa de alimentos paralisa 13 fábricas



A greve dos caminhoneiros, que já paralisa estradas de 23 Estados e o Distrito Federal, também afetou seriamente as operações da BRF, maior empresa brasileira de carne de frango e suína; a companhia já paralisou totalmente quatro unidades e outros nove frigoríficos da companhia terão atividades suspensas (total ou parcialmente) ainda nesta quarta-feira 23; após reunião no Planalto, caminhoneiros decidiram manter a greve nesta quinta


23 DE MAIO DE 2018

A greve dos caminhoneiros, que já paralisa estradas de 23 Estados e o Distrito Federal, também afetou seriamente as operações da BRF, maior empresa brasileira de carne de frango e carne suína. A companhia já paralisou totalmente quatro unidades por conta dos protestos. Os caminhoneiros protestam contra a alta do diesel.

Além disso, outros nove frigoríficos da companhia terão atividades suspensas (total ou parcialmente) ainda nesta quarta-feira 23; após reunião no Planalto, caminhoneiros decidiram manter a greve nesta quinta.

Em comunicado divulgado nesta quarta, o presidente-executivo interino da BRF, Lorival Luz, afirmou que a empresa suspendeu na manhã de hoje as operações das plantas de Nova Marilândia (MT), Dois Vizinhos (PR), Toledo (PR) e Campos Novos (SC).

De acordo com a BRF, a greve inviabilizou o recebimento da matérias-primas, como de animais para serem abatidos. O fornecimento de ração para os produtores de aves e suínos da BRF também enfrenta problemas.

"A companhia reforça que a impossibilidade de transporte de insumos e produtos causa perdas para os produtores rurais, colaboradores e empresa, assim como compromete severamente o bem-estar animal e prejudica o atendimento ao consumidor", advertiu a BRF.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]