São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - domingo 15 de Julho de 2018 - Ano: X - Edição: 3.558

Temer determina o fechamento de 513 agências dos Correios e a demissão de 5.300 trabalhadores

Funcionários dos Correios pedindo o empeachment de Dilma

05/05/2018

Para os trabalhadores, o desgoverno Temer (MDB) é literalmente o que se pode chamar de tragédia. Achando pouco os mais de 14 milhões de desempregados que ajudou a produzir, sua política de terra arrasada anuncia agora que 513 agências dos Correios serão fechadas e mais de 5 mil funcionários vão para o olho da rua.

Sobre isso, matéria de hoje (5) do Estadão diz que a decisão de fechar postos de trabalho nos Correios nos próximos meses foi tomada em reunião da diretoria em fevereiro e era mantida em sigilo pela empresa.  "Na lista há agências com alto faturamento. Em Minas, das 20 mais rentáveis, 14 deixarão de funcionar. Os clientes serão atendidos por agências franqueadas que funcionam nas proximidades das que serão fechadas." (Continua após o anúncio). 

Diz também o Estadão: "Em São Paulo, serão fechadas 167 agências - 90 na capital e 77 no interior. A decisão causa polêmica dentro dos Correios. O assunto foi tratado como extrapauta na reunião da diretoria sem o anexo da relação de agências. A desconfiança é de que a medida foi tomada para beneficiar os franqueados."

A matéria informa ainda que o ex-presidente dos Correios Guilherme Campos anunciou que "o número de demissões pode ser até maior. Vai depender da capacidade financeira da empresa para indenizar os trabalhadores."

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]