São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 17 de Julho de 2018 - Ano: X - Edição: 3.560

Favreto foi do PT. E o Gilmar? E o Moraes? E o Barroso?​ E o Moro?



Ayres Britto militou no PT e ferrou o PT no mensalão...


09/07/2018

O PiG e seus colonistas dentro e fora da GloboMews tentaram desqualificar o Desembargador Rogério Favreto, como um "plantonista" e "lulo-petista".

Plantonista foi o Ministrário Gilmar Mendes, quando deu dois HCs Canguru ao ínclito banqueiro, mesmo depois de o jornal nacional demonstrar de forma inequívoca que o supracitado banqueiro subornou um agente da Polícia Federal.

Tucano é o Ministro Moraes, secretário de Governo do Santo.

Militante do PT foi o ministro Ayres Britto, o Big Ben de Propriá, que marcou o início do julgamento do mensalão do PT (o do PSDB até agora só pegou um otário...) para o momento exato em que o eleitor ia votar no Haddad para prefeito de São Paulo.

Com o objetivo de derrotá-lo, é óbvio.

O Judge Murrow por acaso não é do PSDB?

Como não?

Ele se enrosca em inconfidências com o Mineirinho, em festa da Quanto É e faz campanha eleitoral para o tucano João Agripino Doria, em evento caça-níquel em Nova York.

E o Ministro Barroso, petista de origem (indicado pela Dilma), que faz parte - fortes são os indícios - do plantel "operário-padrão" da Globo.

E a Presidenta Cármen Lúcia, bajulada pela Globo e protagonista de retumbantes entrevistas?

A Justissa brasileira não pode jogar pedra no Favreto nem em ninguém.

Como diz o ex-ministro da Justiça, para quem o Lula foi sequestrado ontem, 8/VII, em Curitiba, essa Justissa... só com um tranco.

Enquanto isso, o Moro tem que ir para a cadeia.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]