São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 17 de Julho de 2018 - Ano: X - Edição: 3.560

Globo adorou a entrega da Embraer para uma empresa americana que trabalha para o Pentágono



Olha quem adorou entregar a Embraer


Patriota é o Almirante Othon Silva!

06/08/2018

A propósito da TV Afiada "Chega de militar entreguista" e do repúdio, até na Bolsa de Valores, da doação dos segredos militares da Embraer a uma empresa americana que trabalha para o Pentágono, vale ressaltar o apoio feérico à operação, exposto, acima,  nessas duas páginas de capa do Globo Overseas, empresa que tem sede na Holanda, para lavar dinheiro e subornar agentes da FIFA com o objetivo de transmitir, com exclusividade, os jogos da seleção.

Esse ato de lesa-pátria, porém, mereceu nos espaços do Conversa Afiada nas redes sociais veemente reação:

Por exemplo, do Olair, no Facebook do C Af:

Esta (TV Afiada "chega de militar entreguista") é uma ótima postagem para esclarecer aqueles que pensam que um sujeito fardado e cheio de estrelas nos ombros é sempre um patriota. Os verdadeiros patriotas são os vermelhos que andam por aí defendendo os interesses nacionais e denunciando a venda das riquezas nacionais a preço de banana. O único oficial general que eu reconheço como patriota é o Almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, preso e perseguido pela Lava Jato porque não quis dar os nomes dos cientistas estrangeiros que colaboraram na construção do primeiro submarino atômico brasileiro.

E da Artemisia, no YouTube do C Af:

A história se repete, lá atrás com o Golpe militar, aqui através do lawfare. O Brasil não tem memória, meia nação de zumbis subvertem os fatos, gerenciados por uma mídia idiotizante. O país naufraga rapidamente junto com seu povo e ao final o que restará? Quem financiará pesquisas, educação ou saúde? Onde o brasileiro vai trabalhar? E por quanto? No que o brasileiro irá trabalhar? E quando a idade bater à porta, quem vai lhe assegurar seus dias finais dignos? Se já não temos impostos suficientes que financiem o básico aos cidadãos, visto a decadência de nossa economia, que dirá no futuro onde não mais teremos a Petrobras, a maior empresa estatal brasileira. E digo isso porque ainda acredito que todas essas desmedidas ainda possam ser revertidas.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]