São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 17 de Julho de 2018 - Ano: X - Edição: 3.560

‘Moro é Temer’ e ‘Temer é Moro’, na cabeça do eleitor brasileiro, diz pesquisa



7 de julho de 2018 | Por Esmael Moraes

Ouça este conteúdo Audima
 A julgar pelas pesquisas de intenção de voto que teimam manter Luiz Inácio Lula da Silva na dianteira, o eleitor brasileiro incutiu na cabeça que ‘Moro é Temer’ e ‘Temer é Moro’.


Não é descabido afirmar que a impopularidade de Michel Temer bate recorde na história mundial. Nenhum presidente no planeta tem só 2% de aprovação.

Às forças que sustentam o golpe dado em 2016 não convêm tirá-lo do Palácio do Planalto porque Temer, como um cão fiel, tocou a agenda neoliberal que motivou a derruba de Dilma Rousseff.

Já o juiz Sérgio Moro, da lava jato, também experimenta a lona. A sua força-tarefa interessa a apenas 28% do eleitorado, segundo levantamento da Paraná Pequisas. No mês passado o suposto combate à corrupção era preocupação de 77%.

A taxa de desaprovação de Moro tinha subido a 55% no mês passado, de acordo com pesquisa do Barômetro Político Estadão-Ipsos. Ou seja, a aprovação do juiz de piso despencou.

Acerca dessas questões, o cientista político Alberto Carlos Almeida, em artigo publicado no portal Poder360, apontou esta semana que o eleitorado tem a imagem de Sergio Moro “fortemente associada ao Governo Temer e dissociada de Lula”.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]