Mulher de Moro abre empresa de palestras com Zucolotto, o amigo acusado de cobrar propina


10/07/2018

Em parceria com Carlos Zucolotto - o padrinho de casamento de Sergio Moro acusado de cobrar propina para ajudar numa delação premiada em Curitiba - Rosangela Moro, esposa do juiz da Lava Jato, decidiu abrir uma empresa de palestras. Procurada, "ela disse que se tratava de um assunto pessoal que preferia não comentar".

Segundo informações da Folha deste domingo (8), no início do ano, em sociedade com Zucolotto e os advogados Guilherme Henn e Fernando Mânica, Rosangela abriu a HZM2, que está registrada em Curitiba.

Rosangela e Zucolotto já foram sócios em um escritório de advocacia, mas a esposa de Moro deixou a empresa com a Lava Jato em andamento.

Zucolotto foi acusado pelo ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran de cobrar 5 milhões de dólares em propina para ajudar o réu a negociar uma delação premiada com os procuradores de Curitiba. Em mensagens, Zucolotto disse a Duran que colocaria "DD" no circuito e melhoria a multa que seria aplicada a Duran. O ex-advogado rejeitou a proposta de delação.

Procurada, "ela disse que se tratava de um assunto pessoal que preferia não comentar".


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]