A direita está vendo o mundo de cabeça para baixo



Postado em 7 de agosto de 2018 | Por Carlos Henrique Machado

No golpe, tudo foi feito para o PSDB triunfar com Aécio chegando na cara do gol em 2018 e Dilma submergir.


Moro desfilaria em carro aberto com a cabeça de Lula na bandeja, sendo saudado na Av. Paulista como o herói da guerra final contra o mal. Tudo alardeado pelo MBL, Vem Pra Rua, Globonews, Boechat, Mainardi e outros lixos.
Deu ruim!

Aécio não existe mais. O candidato à presidência, que regeu a sinfonia de FHC/Cunha contra Dilma, é hoje um zumbi político, um farrapo dentro do próprio PSDB que, sem votos até para o Senado, fugiu da raia e corre o risco de nem na câmara de deputados conseguir vaga. Sem falar que ostenta, ao lado de Temer, o título de golpista, corrupto flagrado no lance.

Já Dilma, está na cabeça da disputa para o Senado em Minas, mais forte do que nunca.

Moro, na boca do dragão do próprio judiciário, deve ter percebido que a cabeça que estava na bandeja, não era a de Lula e sim a sua. E, pra tentar limpar um pouco a barra, o judiciário, destruído pela Lava Jato, vai sacrificar seu símbolo maior, enterrá-lo e salgar seu túmulo político.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]