PT cobra apuração sobre abusos contra Lula relatados pelo chefe da Polícia Federal


Roque de Sá/MJ


"O PT exige que o Conselho Nacional de Justiça, o Ministério da Justiça e o Senado da República se pronunciem sobre as violações feitas por agentes do Estado contra o ex-presidente Lula. O diretor-geral da PF, Rogério Galloro, afirmou em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo que sofreu e aceitou pressões de Sergio Moro, um alerta da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e uma ordem verbal do presidente do TRF-4, Thompson Flores, para desobedecer a decisão judicial de soltar Lula naquele domingo, 8 de julho", informa o Boletim da Resistência Democrática


13 DE AGOSTO DE 2018 

"O PT exige que o Conselho Nacional de Justiça, o Ministério da Justiça e o Senado da República se pronunciem sobre as violações feitas por agentes do Estado contra o ex-presidente Lula. O diretor-geral da PF, Rogério Galloro, afirmou em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo que sofreu e aceitou pressões de Sergio Moro, um alerta da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e uma ordem verbal do presidente do TRF-4, Thompson Flores, para desobedecer a decisão judicial de soltar Lula naquele domingo, 8 de julho", informa o Boletim da Resistência Democrática. Confira abaixo:

Boletim 175 - Comitê Popular Em Defesa de Lula e da Democracia

Direto de Curitiba - 12/8/2018 – 20h10

1. Em nota divulgada neste domingo (12), o PT exige que o Conselho Nacional de Justiça, o Ministério da Justiça e o Senado da República se pronunciem sobre as violações feitas por agentes do Estado contra o ex-presidente Lula. O diretor-geral da PF, Rogério Galloro, afirmou em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo que sofreu e aceitou pressões de Sergio Moro, um alerta da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e uma ordem verbal do presidente do TRF-4, Thompson Flores, para desobedecer a decisão judicial de soltar Lula naquele domingo, 8 de julho.

2. O "bom dia" ao ex-presidente Lula neste domingo (12), data em que se comemora o dia dos pais, foi festivo e musical. A militância que resiste com muita luta na Vigília #Lula Livre inovou e gritou "bom dia pai Lula", em agradecimento ao muito que o ex-presidente fez pelos brasileiros, especialmente aos mais necessitados, nos seus oito anos de governo. O ativista cultural, João Mello, puxou o "bom dia", e o "Lula eu te amo". O tromPetista Fabiano também participou das atividades com o já tradicional "Olé, Olé, Olé, Olá, Lula lá, Lula lá".

3. O "boa tarde Lula" continuou em clima de comemoração ao dia dos pais com muita música e agradecimento às políticas de inclusão social que tiraram milhões de brasileiros da miséria nos governos do PT. Os ativistas sociais Aguiar e Genival, do Pará, idealizaram uma faixa que esta na tela do artista Elson Lima. A arte retrata Lula no dia do Habes Corpus, 8 de julho, em que a justiça mais uma vez provou que é partidária e descumpriu uma ordem judicial.

4. O deputado federal Marco Maia (PT-RS) participou do "boa noite Lula" e convidou todos os brasileiros para estarem em Brasília no próximo dia 15, para se somar à Marcha Nacional Lula Livre e acompanhar o ato de registro da candidatura de Lula presidente, no Tribunal Superior Eleitoral. "Essa é a vontade do povo brasileiro para que Lula possa desfazer as maldades do governo golpista contra o povo trabalhador, para tirar o País desse caos pós-golpe". Marco Maia pediu ainda que os militantes permaneçam firmes.

5. O décimo terceiro dia de ato extremo em Brasília foi marcado por um ato inter-religioso, com a presença dos sete ativistas que estão em greve de fome, em frente à residência do ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, para pedir justiça a Lula e ao povo pobre. "Nós viemos aqui chamar atenção, eles não podem dormir enquanto houver injustiça no Brasil. Para eles saberem que o povo não vai descansar enquanto não libertarmos Lula", afirmou o dirigente do MST, João Pedro Stédile. 

6. Belo Horizonte, cidade onde surgiu o primeiro Lulaço, resolveu inovar mais uma vez. Na manhã deste domingo (12), na Feira Hippie, que acontece no centro da capital mineira, uma multidão cantou o refrão da música "Anunciação", de Alceu Valença, para anunciar a volta de Lula à Presidência da República. "Tu vens, tu vens, eu já escuto os teus sinais".

7. Hoje, 12 de agosto, é celebrado o Dia Internacional da Juventude. Oportunidade para lembrar que Lula quer voltar à presidência e colocar em prática uma série de ideias para que os jovens possam ter perspectivas de futuro novamente, a exemplo do que foi realizado durante os 12 anos dos governos do PT.Boletim 175 - Comitê Popular Em Defesa de Lula e da Democracia

Direto de Curitiba - 12/8/2018 – 20h10


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]