Ceará vence o Flamengo no Maracanã com gol aos 45 minutos do 2º tempo e fica a 4 pontos de sair do Z4


Foto: Ferreira/CSC

Leandro Carvalho marca aos 45 do segundo tempo e Ceará bate Flamengo no Maracanã


02/09/2018

Com gol de Leandro Carvalho, aos 45 minutos do segundo tempo, o Ceará bateu o Flamengo por 1 a 0 em pleno Maracanã, com mais de 60 mil pessoas presentes. O resultado não tirou o Vovô da vice-lanterna, mas fez o Alvinegro chegar aos 20 pontos e ficar a apenas quatro de deixar o Z4.

Se defendendo - e muito bem - na maior parte do tempo, o Ceará tinha como proposta ser letal nas oportunidades que tivesse. Na etapa final, na segunda de duas finalizações certas que conseguiu, marcou o gol da vitória, que veio de um chute de fora da área.

Destaque para a dupla de zaga Luiz Otávio e Tiago Alves, que foi impecável, assim como o goleiro Everson, bem quando exigido.

Agora o Vovô volta para casa com moral alta para receber o Corinthians, na quarta-feira, 5, às 20 horas, no Castelão.

O Jogo

Os primeiros 30 minutos de jogo foram de ataque contra defesa. Só o Flamengo frequentava a área do adversário, errando poucos passes e sendo agressivo o tempo todo. A posse de bola do rubro-negro chegou a ser de 73%.

O goleiro Everson brilhou em chutes de longa distância executados por Diego, em cobrança de falta, e Réver, com bola rolando. No jogo aéreo, Tiago Alves e Luiz Otávio afastavam todas as bolas que tinham condições. Diego chegou a marcar para o Flamengo aos 12 minutos, mas estava em posição irregular e a arbitragem invalidou o lance.

Aos 29 minutos o Ceará finalizou a primeira bola - o Flamengo já contabilizava nove chutes - , com Calyson. Ele recebeu cruzamento de Leandro Carvalho e bateu de perna esquerda, mas Diego Alves defendeu.

A partir daí, o ímpeto do time carioca foi diminuindo e o Ceará aproveitou para tentar equilibrar as coisas. A melhor chance foi com Leandro Carvalho, que ficou cara a cara com Diego Alves e tentou um toque por cobertura, mas o arqueiro do Mengão evitou que a bola passasse. Juninho Quixadá também teve chance, aos 39, mas livre de marcação na grande área, chutou à direita do gol.

Na segunda etapa Lisca trocou Calyson, que já tinha cartão amarelo, por Felipe Azevedo e foi ele que deu o primeiro chute do Alvinegro a gol na segunda etapa, defendido pelo goleiro adversário. O ataque foi importante, já que o Flamengo tinha começado novamente tentando sufocar o Vovô.

Apesar de continuar com mais posse de bola e ameaçar mais o adversário, o rubro-negro não conseguiu mais criar o volume de jogo do primeiro tempo. As chances reais de gol diminuíram. Os melhores lances foram de Paquetá, num chute cruzado, defendido por Everson e uma cabeçada que passou rente ao travessão.

A medida que o tempo avançava, os donos da casa tentavam aumentar a intensidade, numa busca pelo gol da vitória a qualquer custo, mas a defesa do Ceará resistia bem. Lisca foi aumentando o ferrolho nas alterações, ao lançar Arnaldo e Brock nas vagas de Arthur e João Lucas.

O gol da vitória alvinegra saiu aos 45 minutos do segundo tempo, numa das poucas idas do Ceará ao ataque. Na intermediária, Leandro Carvalho fintou Réver e mandou um balaço. A bola passou por Diego Alves e balançou a rede.

A arbitragem deu 5 minutos de acréscimos e o Flamengo tentou desesperadamente o gol de empate, mas não conseguiu. Os mais de 60 mil torcedores presentes no maracanã vaiaram o rubro-negro.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]