Ciro Gomes: não há nenhuma prova contra Lula na condenação de Sérgio Moro


Reuters

Para pedetista, não há nenhuma prova na sentença de Sérgio Moro contra Lula e que condenar adversários políticos apenas por divergências ideológicas não fará bem ao Brasil; Ciro diz que, sem provas, Lula foi condenado por 'conjunto indiciário', teoria que não é usual no direito brasileiro


5 DE SETEMBRO DE 2018

O candidato à presidência Ciro Gomes (PDT) criticou duramente o processo de perseguição jurídica contra o também candidato Lula (PT). Em sabatina realizada pelo jornal Estado de S. Paulo nesta terça-feira (4), Ciro disse que a sentença onde Lula é acusado é a primeira no país onde alguém foi condenado por 'conjunto indiciário'.

"A sentença que condenou Lula é extremamente frágil, é a primeira onde alguém é condenado por conjunto indiciário, que é algo da escola anglo-saxã do direito, aqui o que vige é o direito positivista, e não há em nenhuma das 81 páginas da sentença de Sérgio Moro algo que identifique Lula como culpado por corrupção passiva", afirmou o pedetista.

Irritado com a insistência dos entrevistadores na sabatina, Ciro levantou o tom de voz e disse que o país 'não sairá bem' se os brasileiros começarem a achar conveniente agredir, insultar e prender opositores políticos, inclusive jornalistas.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]