Globonews: central das eleições ou central do ódio?



07/09/2018 | Por: Carlos Henrique

Desde a insana farsa do mensalão o jornalismo da Globo ficou encarregado de “investigar”, “combater” e condenar o “principal vilão do país”, o PT, por acaso, o partido preferido do povo brasileiro, como mostrou a última pesquisa Datafolha. 

Esse povo está sendo pesadamente bombardeado com notícias falsas de corrupção do PT, numa tentativa de uma conversão santa por um tipo de jornalismo que carrega com ele o emblema do espírito do ódio.

Essa regra do vale tudo contra o PT pra provocar a indignação com as suas principais lideranças, mas, sobretudo com Lula, conta com uma mãozinha do analfabetismo político da classe média fisiologista e intelectualmente miúda. Lógico que, na escala das máculas morais, uma se sobrepõe às outras, a Lava Jato. Aí, nesse ponto, a instrumentalização do judiciário foi martelada, em parceria com a Globo, para transformar o PT em inimigo do povo. Mas, e o povo, o que está dizendo nas pesquisas? Que ele quer Lula de novo; que ele quer o PT governando o país outra vez.

Esse subjornalismo, para dizer o mínimo, determina caminhos de ódio para quem os tem, e daí não passa. Aliás, jornalismo é uma coisa que não se pratica na Globo em hipótese nenhuma. Por isso, a emissora está criando nas pessoas uma aversão, uma repulsa contra ela própria, digo mais, uma repugnância ao horror jornalístico que tem como matéria prima hostilidade, execração e malevolência furiosa contra o PT.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]