Bolsonaro líder das pesquisas diz que não tem ‘resposta imediata’ para saída da crise e agora?


 REUTERS/Ricardo Moraes

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) declarou, em entrevista exibida no SBT, que não tem “resposta imediata” para a crise econômica; ele disse ainda não existir “cavalo de pau”; como de costume, o deputado atribuiu as soluções econômicas para o país a seu principal assessor da área, o investidor Paulo Guedes, até aqui confirmado como seu ministro da Fazenda, caso vença as eleições; Bolsonaro afirmou: "levo sugestões e ele é quem decide. É o homem que entende”

17 DE OUTUBRO DE 2018

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) declarou, em entrevista exibida no SBT, que não tem “resposta imediata” para a crise econômica. Ele disse não existir “cavalo de pau”. Como de costume, o deputado atribuiu as soluções econômicas para o país a seu principal assessor da área, o investidor Paulo Guedes, até aqui confirmado como seu ministro da Fazenda, caso vença as eleições. Bolsonaro disse: "levo sugestões e ele é quem decide. É o homem que entende”.

A reportagem do jornal Valor destaca que "Bolsonaro afirmou defender uma reforma da Previdência diferente à proposta pelo presidente Michel Temer. 'Vamos fazer a nossa reforma. Não é com remendo novo em calça velha. E não podemos penalizar quem tem direito adquirido', disse".

A matéria acrescenta que o candidato se disse contrário ao aumento de impostos: "[Ele] negou que recriará uma contribuição sobre movimentação financeira aos moldes da CPMF e afirmou que o aumento na arrecadação não será feito com taxação sobre os mais ricos, como defende o adversário Fernando Haddad (PT). 'Não se pode falar em mais ricos. Estão todos sufocados. Na França, quando se fez isso, o capital foi para a Rússia. O capital vai fugir. A carga tributária já é enorme', disse".


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]