Cid Gomes não quer ser garoto-propaganda de Bolsonaro e entra na justiça para impedir o uso de suas imagens


 Depois de sair do controle em um ato pró Haddad e protagonizar uma das mais exóticas cenas da campanha eleitoral, Cid Gomes luta para que suas imagens não sejam utilizadas por Jair Bolsonaro; ele entrou com uma representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pedindo para que se proíba o uso de sua fala na propaganda do candidato de extrema direita


17 DE OUTUBRO DE 2018

Depois de sair do controle em um ato pró Haddad e protagonizar uma das mais exóticas cenas da campanha eleitoral, Cid Gomes luta para que suas imagens não sejam utilizadas por Jair Bolsonaro. Ele entrou com uma representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pedindo para que se proíba o uso de sua fala na propaganda do candidato de extrema direita.

O blog BR18 explica a situação: "Cid Gomes pode não estar plenamente satisfeito em apoiar o PT na eleição presidencial. Mas isso não quer dizer que o irmão de Ciro Gomes planeja servir como munição para Jair Bolsonaro (PSL) atacar Fernando Haddad. O pedetista entrou na noite desta terça-feira, 16, com uma representação no TSE pedindo para que a campanha do ex-capitão não possa utilizar o vídeo onde Cid faz duras críticas ao PT  O caso está nas mãos do juiz auxiliar Luis Felipe Salomão".


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]