Haddad disparou de 19,7% de votos no primeiro turno para 51% da intenções de voto, em São Paulo, segundo o Ibope



A rejeição de 48% dos paulistanos a João Doria, que abandonou a prefeitura da capital para disputar o governo do Estado, está beneficiando a candidatura de Fernando Haddad (PT) a presidente; segundo o Ibope, o "Bolsodoria", voto casado nele e em Jair Bolsonaro (PSL), tem pior desempenho entre os paulistanos do que entre os moradores do interior de São Paulo; na capital paulista, Haddad disparou de 19,7% de votos no primeiro turno para 51% da intenções de voto, contra 49% de Bolsonaro, de acordo com o Ibope


24 DE OUTUBRO DE 2018

Levantamento do Ibope sobre intenções de voto para presidente na cidade de São Paulo mostra que a associação do candidato do PSDB governador, João Doria (PSDB), está contribuindo para alavancar a candidatura de Fernando Haddad (PT) a presidente.

Segundo o Ibope, a alta rejeição ao tucano na capital que ele abandonou tem feito o "Bolsodoria", voto casado nele e em Jair Bolsonaro (PSL), tem pior desempenho entre os paulistanos do que entre os moradores do interior de São Paulo.

Na cidade de São Paulo, Haddad disparou de 19,7% de votos no primeiro turno para 51% da intenções de voto, contra 49% de Bolsonaro, de acordo com o Ibope. Já o candidato do PSB a governador,l Márcio França, lidera com 18 pontos de vantagem em relação ao tucano.

Doria renunciou ao cargo de prefeito para disputar o governo do estado pouco mais de um ano depois de assumir, em 2017, mesmo tendo se comprometido a ficar na prefeitura até o fim do mandato. 48% dos eleitores da capital dizem que não votam nele, contra 25% dos do interior, segundo o Ibope.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]