TSE recebe visitantes internacionais na véspera das eleições



Ministra Rosa Weber falou sobre compromisso da Justiça Eleitoral em assegurar eleições seguras


07/10/2018

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, destacou, neste sábado (6), a complexidade da dimensão e da logística das eleições brasileiras e afirmou que a Justiça Eleitoral tem o compromisso de assegurar que o pleito seja limpo e seguro. A declaração foi feita na abertura do Programa de Visitantes Internacionais do TSE, que reúne representantes de parlamentos e organismos internacionais para a cooperação na área eleitoral.

O Programa de Visitantes já é uma tradição do TSE. Neste ano, ele reúne 36 participantes, entre magistrados e altos funcionários de órgãos eleitorais que desejam acompanhar de perto o processo eleitoral brasileiro. Ao todo, há representantes de 14 países.

Ao longo deste sábado eles participam de seminários sobre o funcionamento do sistema de financiamento eleitoral e o processo de voto eletrônico.

Amanhã (7), dia das eleições, os dirigentes irão às seções eleitorais acompanhar a votação paralela no Tribunal Regional do Distrito Federal (TER-DF) e assistir ao fechamento das urnas no TSE.

Para o integrante da Comissão Nacional de Eleições de Portugal João Tiago Machado, um dos grandes atrativos do evento é conhecer o sistema de votação eletrônico, uma vez que Portugal pretende fazer os primeiros testes de votação digital já no ano que vem. “É importante estar aqui. O Brasil é uma referência neste assunto e não há país com a mesma expertise no voto eletrônico”, disse.

Para o representante do Parlasul, Pedro Milcíades Duré, a experiência do Programa de Visitantes do TSE é fundamental para a troca de experiência entre as nações, uma vez que ele acontece no momento mais rico de uma democracia, que é o do voto popular. Para Duré, a incorporação da tecnologia como a adotada nas eleições brasileiras é uma forma de garantir a transparência e a legitimidade das eleições.

Também participaram da cerimônia os ministros do Tribunal Superior Eleitoral Og Fernandes, Tarcisio Vieira, Admar Gonzaga, o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, Jorge Mussi, e a procuradora-geral da Justiça Eleitoral, Raquel Dogde.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]