Augusto Nardes, autor da farsa das pedaladas, terá que pagar imposto por propina


Elza Fiuza/Agência Brasil

A Receita Federal notificou o ministro Augusto Nardes, do TCU (Tribunal de Contas da União), e determinou o pagamento de impostos e multa por supostamente receber, sem declarar, R$ 2,5 milhões; uma investigação da Polícia Federal - a Zelotes - afirma que o dinheiro corresponde a uma propina de esquema de corrupção no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais)

10 DE DEZEMBRO DE 2018

A Receita Federal notificou o ministro Augusto Nardes, do TCU (Tribunal de Contas da União), e determinou o pagamento de impostos e multa por supostamente receber, sem declarar, R$ 2,5 milhões. Uma investigação da Polícia Federal - a Zelotes - afirma que o dinheiro corresponde a uma propina de esquema de corrupção no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais).

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "Nardes obteve o dinheiro [segundo a Operação zelotes] para recrutar um grupo de lobistas que comprou decisões do órgão favoráveis à RBS, conglomerado de comunicação que atua no Sul. Os julgamentos supostamente fraudados anularam um débito que ultrapassa R$ 1 bilhão em valores atualizados."

A matéria acrescenta: "em 2001, a RBS foi autuada pela Receita a pagar R$ 258 milhões após uma fiscalização apontar que o grupo deixou de recolher tributos referentes a ganho de capital na compra e venda de participações em empresas. O recurso do grupo não prosperou, e o caso foi parar no Carf, espécie de segunda instância da Receita."


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]