Sérgio Moro não fala do Bolsogate, mas sobre extradição de Battisti diz: veio em boa hora


Valter Campanato/Agência Brasil

Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça, se recusa a comentar o escândalo do Bolsogate que envolve o ex-assessor da família Bolsonaro, Fabrício de Queiroz, mas gastou o seu precioso tempo para tecer comentários sobre a decisão de Michel Temer de decretar a extradição do italiano Cesare Battisti; em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (17), Moro disse que a extradição veio "em boa hora" e aproveitou para bajular o Judiciário italiano, que o inspirou na condução da Operação Lava Jato

17 DE DEZEMBRO DE 2018

O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, disse que não comentava "caso específico" quando foi questionado sobre o escândalo do Bolsogate, envolvendo movimentação suspeita de R$ 1,2 milhões por um ex-assessor da família Bolsonaro, mas teceu comentários sobre a decisão de Michel Temer de decretar a extradição do italiano Cesare Battisti.

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (17), Moro avaliou como "acertada" a decisão. "Na minha avaliação, o asilo que foi concedido a ele [Battisti] anos atrás foi um asilo com motivações político-partidárias. Em boa hora isso foi revisto", disse o futuro ministro, se referindo ao asilo político concedido durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

A defesa de Battisti já recorreu ao Supremo, pedindo o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, que reconsidere a decisão ou leve o caso ao plenário, composto pelos demais dez ministros da Corte suprema.

Moro aproveitou para bajular o Judiciário italiano, que o inspirou nas ações da Lava Jato. Ele é admirador da Operação Mãos Limpas, que investigou um esquema de corrupção envolvendo políticos na Itália, mas acabou por destruir o sistema político italiano, fato esse reconhecido pelos agentes do Judiciário que comandaram a operação.

"A Itália é um país que tem um Judiciário forte, independente, e não cabe ao Brasil ficar avaliando o mérito ou não da condenação", disse Moro.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]