Agressão da Justiça brasileira aos direitos de Lula repercute na imprensa internacional



A decisão do ministro do STF, Dias Toffoli, que impediu o ex-presidente Lula de sepultar o seu irmão Genival Inácio da Silva, o Vava, nesta quarta-feira (30) repercutiu em vários países do mundo; "Permissão para Lula assistir ao funeral do irmão chega tarde demais", diz o inglês The Guardian, destacando que os tribunais inferiores rejeitaram o pedido por acreditarem que "sua presença no funeral poderia atrair uma grande multidão"; francês La Provence lembrou: "Lula, preso desde abril, não pode comparecer ao funeral de seu irmão"
30 DE JANEIRO DE 2019

A decisão da Justiça brasileira que impediu que o ex-presidente Lula acompanhasse o sepultamento de seu irmão, nesta quarta-feira (30) repercutiu em vários países do mundo.

jornal inglês The Guardian apontou em sua manchete: "Brasil:

permissão para Lula assistir ao funeral do irmão chega tarde demais". O jornal destaca que os tribunais inferiores rejeitaram o pedido por acreditarem que "sua presença no funeral poderia atrair uma grande multidão".

francês La Provence lembrou: "Lula, preso desde abril, não pode comparecer ao funeral de seu irmão".

agência espanhola EFE também enfatizou que o Judiciário negou pedido de Lula para comparecer ao funeral.

canal de TV holandês RTL 5 também deu destaca para o assunto e citou a declaração do cantor Chico Buarque em solidariedade ao ex-presidente. "Toda minha solidariedade com Lula e meu desgosto por justiça, seu cinismo e covardia", disse Chico.



0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]