Chegou a 239 o número de presos e apreendidos por envolvimentos nos ataques em todo o Ceará



Somente nesta quarta-feira, 9, a SSPDS contabilizou 24 flagrantes realizados em delegacias da Polícia Civil de todo o Estado

09/01/2019

Chegou a 239 o número de presos e apreendidos por envolvimentos nos ataques em todo o Ceará, informou a Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS).
Somente nesta quarta-feira, 9, entre 9h e 18h, a pasta contabilizou 24 flagrantes realizados em delegacias da Polícia Civil de todo o Estado. Armas de fogo, emulsões explosivas, combustíveis e outros materiais foram apreendidos com os flagrantes realizados pelas forças de segurança cearenses.

Ainda de acordo com a SSPDS, o governador do Ceará, Camilo Santana, se reuniu na tarde desta quarta com parte do secretariado do Estado, para discutir ações de segurança. O gestor da SSPDS, André Costa, também esteve presente.

“Nosso principal compromisso é garantir que todos os serviços públicos sejam prestados à população, com toda a segurança necessária. Tenho me reunido também diariamente com nossa cúpula de segurança, avaliando as ações e traçando estratégias de enfrentamento ao crime”, disse Camilo Santana.

A SSPDS informou também que equipes de diversas unidades da Polícia Civil permanecem em diligências, com investigações concentradas na Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). O policiamente ostensivo continua reforçado nos locais estratégicos dentro dos ônibus de Fortaleza e Região Metropolitada.

Caminhões de coleta de lixo têm sido escoltados por equipes da Polícia Militar. Postos de saúde em Fortaleza também tiveram a segurança reforçada.

Um total de 406 homens e mulheres da Força Nacional se encontram em território cearense. Atuando no interior do Ceará junto ao Comando Tático Motorizado (Cotar) do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), há um total de 100 policiais militares baianos. Outros policiais militares e analistas de inteligência das Polícias Militares de Pernambuco, Piauí, São Paulo e Santa Catarina também estão no Estado.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]