CNN não será nem de esquerda nem de direita, promete sócio


Divulgação / Edu Moraes

"Não existe nada disso. Seremos uma emissora de jornalismo com a única missão de levar ao público, aos anunciantes e ao mercado publicitário informação com qualidade, imparcialidade e correção, e pluralidade de opinião entre nossos colunistas", disse o jornalista Douglas Tavolaro; proximidade com ex-patrão Edir Macedo, dono da Record e da Igreja Universal, levantou dúvidas sobre a linha editorial da emissora

22 DE JANEIRO DE 2019

O jornalista Douglas Tavolaro, um dos sócios da CNN Brasil, filial nacional da rede de TV norte-americana, garantiu que emissora não será "nem de esquerda, nem de direita". Em entrevista à Folha, o ex-vice-presidente da Record disse que a missão da nova emissora será de "levar informação com qualidade, imparcialidade e correção, e pluralidade de opinião entre nossos colunistas".

'Já li e ouvi de tudo sobre isso nos últimos dias. As redes sociais estão repletas de comentários, artigos e teorias de que a CNN Brasil será um canal de esquerda. Outros dizem que seremos de direita. As teses se multiplicam com um nível de invenção incrível. Não existe nada disso. Seremos uma emissora de jornalismo com a única missão de levar ao público, aos anunciantes e ao mercado publicitário informação com qualidade, imparcialidade e correção, e pluralidade de opinião entre nossos colunistas', disse Tavolaro, que é próximo de Edir Macedo, dono da Record e fundador da Igreja Universal.

O sócio da empreitada não confirmou o número de jornalistas que devem ser contratados, mas especula-se que cerca de 400 façam parte dos quadros da CNN Brasil.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]