Grupo ataca boate com arremessos de garrafas de vidro e teria realizado arrastão na Praia de Iracema em Fortaleza




22/01/2019

Cerca de 5 a 8 homens causaram confusão na noite do último sábado, 19, na Praia de Iracema, em Fortaleza. O POVO Online apurou que o grupo teria feito arrastão e tomado pertences de quem aguardava para entrar em uma casa de shows, nas proximidades do Centro Dragão do Mar de Cultura e Arte. Suspeitos também são acusados de vandalizar veículos, além de prédio de boate com arremessos de garrafas de vidro. Bloco de Pré-Carnaval que teria ocorrido sem autorização do Poder Público atraiu quase 10 mil pessoas ao local.
 
Testemunhas relatam que grupo tentou adentrar, sob pretexto de não pagar por ingresso, em boate na rua Dragão do Mar, que estava organizando festa naquela noite. Seguranças particulares teriam barrado a entrada. Os suspeitos, porém, fizeram ameaças, alegando ser integrantes de facções criminosas.
 
Logo em seguida, no entanto, os homens voltaram ao local, dando início a uma série de ataques. Vídeo compartilhado com O POVO Online mostra homens vandalizando motocicletas estacionadas na entrada da boate, que é atacada com arremessos de garrafas de vidro.
 
Informações dão conta de que o mesmo grupo teria agido pouco tempo antes, na rua Almirante Tamandaré. No local, clientes que aguardavam para entrar em casa de shows teriam sido vítimas de arrastão, tendo pertences tomados.
 
A administração da boate pediu para que os nomes dos estabelecimentos não fossem divulgados na matéria por medo de retaliação. Questionado pela reportagem sobre a existência de um Boletim de Ocorrência (B.O) contra o ato criminoso, a administração da boate informou que nesta terça-feira, 22, o responsável pelo estabelecimento fará o registro do documento. O POVO Online entrou em contato com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) na noite desta segunda-feira, 21, mas ainda não obteve resposta sobre os casos.

Festa sem autorização
 
O bloco de Pré-Carnaval é acusado de não dispor de autorização do Poder Público. A Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor) informa que recebeu pedido de anuência da administração do “Meu bloco é neon” na sexta-feira, 18.
 
A pasta, no entanto, alertou que não era a responsável para autorizar ou desautorizar o evento e recomendou lista de órgãos que deveriam ser consultados para a realização da festa. Entre eles estão: Regional Centro; Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC); e Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).
 
O POVO Online entrou em contato com cada órgão na tarde desta segunda-feira, 21, para saber se houve pedido de autorização, mas ainda não conseguiu respostas. Reportagem também não obteve posicionamento da organização da festa.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]