Juíza Gabriela Hardt copiou e colou trechos da sentença de Sérgio Moro para condenar Lula sem provas. “Eles nem disfarçam mais”

Arte Agência PT

Além de duplicar pessoas, juíza fez um verdadeiro Control+C e Control+V no texto do ex-juiz e atual ministro da Justiça de Jair Bolsonaro

12 DE FEVEREIRO DE 2019

Uma mensagem postada na conta do Twitter do ex-presidente Lula nesta terça-feira 12 critica o fato de que a juíza Gabriela Hardt copiou palavras do ex-juiz Sergio Moro para condenar Lula as 12 anos e 11 meses de prisão no caso do sítio em Atibaia, o que será usado pela defesa do petista em recurso à segunda instância.

Os advogados apontam que a magistrada apenas trocou alguns parágrafos de ordem da sentença do triplex do Guarujá. Hardt alterou a ordem de trechos e utilizou frases e expressões idênticas àquelas utilizadas por Moro no processo do apartamento, que condenou Lula a nove anos na primeira instância - e a 12 anos pelo TRF-4.

"Eles já não se dão nem mais ao trabalho de disfarçar", comentou Lula na rede social.

"Toda a condenação feita pela juíza tem como única referência as palavras de um delator, que foi generosamente beneficiado, e também duplicado por Hardt. Além disso, a magistrada foi adiante no invencionismo jurídico de Moro e passou dos 'atos de ofício indeterminados' para os 'atos de ofício inexistentes'. A falta de fundamentação jurídica e prova é tamanha, que a juíza teve que se socorrer 24 vezes da palavra 'suposto'", publicou o PT em seu site.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]