Laranjal do PSL pode derrubar o ministro Gustavo Bebiano



O uso de candidaturas laranjas pelo PSL para desvio de recursos de campanha pode custar a queda do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno; Bolsonaro quer uma solução rápida para o caso, discutiu com o ministro e o fez cancelar agendas, o que aumentou a pressão entre aliados pela saída de Bebianno do governo; Bebianno vem tentando empurrar a responsabilidade para o então presidente licenciado da sigla, deputado Luciano Bivar (PSL)

12 DE FEVEREIRO DE 2019

O escândalo das candidaturas laranjas do PSL para desvio de recursos públicos durantes as eleições pode custar a queda do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno.

Segundo o jornalista Igor Gielow, da Folha de S. Paulo, Bolsonaro quer uma solução rápida para o caso, discutiu com o ministro e o fez cancelar agendas, o que aumentou a pressão entre aliados pela saída de Bebianno do governo.

Bebianno vem tentando empurrar a responsabilidade para o então presidente licenciado da sigla, o deputado federal Luciano Bivar (PSL), que é o dono do PSL.

Internado no hospital Albert Einstein onde se recupera da retirada da bolsa de colostomia, Bolsonaro mostrou especial contrariedade com a reportagem do jornal do domingo (10), em que uma candidata com 274 votos amealhou o terceiro maior naco de verba pública destinada aos postulantes do PSL no Brasil. A Polícia Federal investiga o caso.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]