Tragédia de Suzano é resultado da cultura da violência e do incentivo ao uso de armas



A tragédia de Suzano, que conta 10 mortes, expôs ao país de maneira dramática a resultante da cultura da violência e do incentivo ao uso de armas; o episódio acende o sinal de alerta sobre liberação da posse de armas pelo governo do Bolsonaro; para a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, "tragédias como essa resultam do incentivo à violência e à liberação do uso de armas"; Guilherme Boulos afirmou ser necessário "dar um basta ao culto da violência, que apresenta armas como 'ideal de força'"

13 DE MARÇO DE 2019

A tragédia provocada por dois jovens que mataram oito pessoas e suicidaram-se a seguir na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), expôs ao país de maneira dramática a resultante da cultura da violência e do incentivo ao uso de armas. O episódio em tudo dramático acende o sinal de alerta sobre liberação da posse de armas pelo governo do Bolsonaro. Para a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, "tragédias como essa resultam do incentivo à violência e à liberação do uso de armas"; Guilherme Boulos afirmou ser necessário "dar um basta ao culto da violência, que apresenta armas como 'ideal de força'"; a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) constata que "este terrível atentado na escola em São Paulo é um dos resultados do ódio que vem sendo estimulado no Brasil. Mais armas geram mais violência".

Pelo menos 23 pessoas foram levadas a hospitais, entre feridos e outras que passaram mal após o ataque. 

De acordo com o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), "é uma imensa tragédia, essa ocorrida em Suzano". "E, no contexto dessa violência, o governo Bolsonaro propõe mais armas. Não duvido que apareça um lunático desses com o argumento de que 'se as crianças estivessem armadas, isso tudo teria sido evitada'", afirmou.

O parlamentar fez referência à declaração do vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), que, ao defender a posse de armas de fogo, usou como exemplo o caso da empresária Elaine Caparróz, barbaramente espancada por quatro horas por um agressor que conheceu por meio da internet.

"Se esta senhora tivesse como se defender, e fosse de sua vontade, uma arma de fogo legal resolveria justamente este absurdo. Imagine as sequelas eternas deixadas por esse covarde? A defesa pessoal dentro de sua casa têm que ser prioridade urgente do Congresso Nacional", escreveu Carlos Bolsonaro no mês passado no Twitter. 

O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) afirmou que "nossa sociedade está doente e precisamos reagir".

Quem também se pronunciou foi o deputado Iva Valente (PSOL-SP). "Tragédia em Suzano vitima crianças Lamentamos profundamente o ocorrido na Escola Raul Brasil deixando 10 vidas ceifadas e vários feridos. O estímulo ao uso e o acesso a armas e munições devem ser limitados e inibidos para evitarmos a repetição de tragédias como essa", escreveu o parlamentar no Twitter.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse que facilitar o acesso às armas pode gerar mais mortes nas escolas. "Se mal usadas, armas resultam em dor. Facilitar o seu acesso pode representar mais episódios como este", disse Randolfe.

O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) classificou o ocorrido como "mais uma desgraça vinda da cultura da violência e do armamentismo insano, estimulado por muitos do poder". 

Em seu blog no jornal O Globo, o jornalista Ricardo Noblat criticou a facilitação da posse de armas. "Armas para todos. E seja o que Deus quiser. Essa é a solução dos desvairados".


1 comentários:

Manoel Oliveira disse...

SE NOS MIRARMOS UM POUCO O NOSSO PAIS, FACILMENTE NOS PERCEBEMOS QUE MORAMOS EM UM PAIS DE FAVELAS, AS PESSOAS EM SUA MAIORIA SÃO POBRES E AS CIDADES PARECE FAVELAS AS RUAS CHEIA DE LIXOS , CALÇADAS CHEIAS DE BURACOS E SEM SANEAMENTO BÁSICO, E AS PESSOAS EM SUA MAIORIA AS CRIANÇAS DETESTAM ESTUDAR.OS PAIS SEMI ANALFABETOS E POBRES.´E POR DEMAIS TRISTE SE VIVER NESSE PAIS. O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO, DISSE HOJE QUE DORME COM O REVOLVE EMBAIXO DA CAMA, O QUE DIZER DESSE PAIS , VIVA A VENEZUELA. O NOSSO PRESIDENTE, ELE E SUA FAMÍLIA VIVEM ENVOLVIDOS COM MILICIAS NO RIO DE JANEIRO.O QUE ESPERAMOS DESSA MISERIA.

[ Deixe-nos seu Comentário ]