Bolsonaro e Guedes censuram informações sobre previdência, para ferrar o povo


Reuters

O ministro da Economia, Paulo Guedes mandou proibir o acesso a estudos e pareceres técnicos que embasaram a Proposta de Emenda à Constituição da reforma da Previdência. Sob sigilo, não poderão ser divulgados documentos importantes para os trabalhadores, os meios de comunicação e a população em geral conhecerem os critérios em que o governo se baseia para cortar direitos. Assim, argumentos, estatísticas, dados econômicos e sociais ficam submetidos a censura

21 DE ABRIL DE 2019

O ministro da Economia, Paulo Guedes mandou proibir o acesso a estudos e pareceres técnicos que embasaram a Proposta de Emenda à Constituição da reforma da Previdência. Sob sigilo, não poderão ser divulgados documentos importantes para os trabalhadores, os meios de comunicação e a população em geral conhecerem os critérios em que o governo se baseia para cortar direitos. Assim, argumentos, estatísticas, dados econômicos e sociais ficam submetidos a censura.

A decisão de blindar os documentos consta de resposta da pasta a um pedido do jornal Folha de S.Paulo para consultá-los, formulado com base na Lei de Acesso à Informação após o envio da PEC ao Congresso.

As informações foram classificadas com nível de acesso restrito por se tratarem de documentos preparatórios, explica o governo, o que significa que somente servidores e autoridades públicas, devidamente autorizados, podem acessar as informações.

A resistência do governo em apresentar levantamentos relativos à PEC tem irritado congressistas e pode gerar ainda mais instabilidade à tramitação da matéria no parlamento.


1 comentários:

Manoel Oliveira disse...

ISSO PARECE UM PROSTÍBULO, O BRASIL ESTA BEM PRÓXIMO DA MAIOR FAVELA E CRIME ORGANIZADO DO MUNDO A REDE GLOBO ESTA NO MEIO DESSE ESCÂNDALO INTERNACIONAL.ESSE ROGÉRIO MARINHO DA ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA DO MAL.E O PAULO GUEDES E O JARIR BOLSONARO E OS FILHOS FORMAM OS MAIORES MILICIANOS DAS AMÉRICAS.

[ Deixe-nos seu Comentário ]