Fábrica de bolachas Mabel fecha as portas e 300 trabalhadores são demitidos no MS



Na manhã desta segunda-feira (15), cerca de 300 funcionários foram pegos de surpresa com suas demissões e o anúncio de fechamento da fábrica da Mabel na cidade de Três Lagoas, distante a 338 quilômetros da Capital; indústria é gerida pela Pepsico desde 2011 quando teve suas ações compradas pela empresa; sob o governo Jair Bolsonaro, o desemprego já atinge 13,1 milhões de brasileiros e não há política de geração de postos de trabalho

16 DE ABRIL DE 2019

Na manhã desta segunda-feira (15), cerca de 300 funcionários foram pegos de surpresa com suas demissões e o anúncio de fechamento da fábrica da Mabel na cidade de Três Lagoas, distante a 338 quilômetros da Capital. A indústria é gerida pela Pepsico desde 2011 quando teve suas ações compradas pela empresa.

Em nota entregue para os funcionários, a empresa responsável por gerir a fábrica afirma concentrará sua produção de biscoitos em Sorocaba (SP), Aparecida de Goiânia (GO) e Itaporanga D'ajuda (SE), com isso encerrando as atividades em Três Lagoas.

"Esta decisão tem como base a estratégia da companhia de promover um reequilíbrio estratégico de seus recursos, redirecionando a eficiência em sua cadeia operacional para um melhor aproveitamento da capacidade produtiva das plantas que produzem biscoitos no Brasil", dizia trecho.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]