Pacote anticrime de Sérgio Moro é rejeitado pela maioria da população segundo Datafolha


Marcello Casal jr/Agência Brasil

Uma das principais medidas do pacote - a posse de armas - um dos temas preferidos de Bolsonaro, não conta com apoio da população. Para 64%, a posse de armas deve ser proibida, ao passo que 72% consideram que a sociedade fica ainda mais insegura com as pessoas armadas. É também elevado o percentual de pessoas (81%) que consideram que a polícia não deve ter liberdade para atirar em suspeitos, segundo aponta o Datafolha

11 DE ABRIL DE 2019 

A maioria da população brasileira rejeita as principais propostas do governo Bolsonaro para a segurança pública. Pesquisa do Instituto Datafolha aponta que o chamado pacote anticrime do ministro da Justiça, Sergio Moro, não tem apoio do povo brasileiro. É mais uma demonstração de que cresce a oposição ao governo de extrema-direita.

Uma das principais medidas do pacote - a posse de armas - um dos temas preferidos de Bolsonaro, não conta com apoio da população. Para 64%, a posse de armas deve ser proibida, ao passo que 72% consideram que a sociedade fica ainda mais insegura com as pessoas armadas.

É também elevado o percentual de pessoas (81%) que consideram que a polícia não deve ter liberdade para atirar em suspeitos. Também é majoritário o número de pessoas (79%) para as quais é necessário investigar policiais que matam e para 82% deve ser punido quem atira em uma pessoa por estar muito nervoso.

A pesquisa Datafolha derruba mais uma ilusão da dupla Bolsonaro/Moro. Seu projeto de lei anticrime aumenta ainda mais a sensação de insegurança da sociedade. E mostra o grau de dificuldade política do governo para aprovar seus projetos. Para além da incapacidade de articulação política do governo, eles não contam com o apoio da população.

Veja os dados da pesquisa no jornal Folha de S.Paulo

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]