PIB de Bolsonaro vira pibinho em fevereiro, caiu a 0,73%


REUTERS/Nacho Doce

Com o governo Jair Bolsonaro sem conseguir fazer a economia decolar e com o desemprego alcançando 13,1 milhões de brasileiros, o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), espécie de sinalizador do PIB, também registrou queda de 0,73% em fevereiro na comparação com o mês anterior, segundo dados do Banco Central

15 DE ABRIL DE 2019

Com o governo Jair Bolsonaro sem conseguir fazer a economia decolar e com o desemprego alcançando 13,1 milhões de brasileiros, o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), espécie de sinalizador do PIB, também registrou queda de 0,73% em fevereiro na comparação com o mês anterior, segundo dados do Banco Central. As estimativas feitas pelo próprio mercado financeiro apontam para uma tendência de queda na atividade econômica para este exercício.

No início deste mês, com a mediana das estimativas para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 1,97%, em queda há seis semanas no Focus, alguns especialistas temem que o avanço da economia este ano fique mais próximo de 1% que de 2%, repetindo os fracos desempenhos de 2017 e 2018.

Segundo o BC, ainda em fevereiro, o IBC-Br apresentou alta de 2,49% em comparação com o mesmo mês do ano anterior e no acumulado em 12 meses teve uma alta de 1,21%.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]