Imprensa internacional repercute troca de mensagens entre Deltan Dallagnol e Sergio Moro, colocando em dúvida a imparcialidade da Operação Lava Jato


Foto: Jorge William / Agência O Globo

Jornais de outros países publicaram as informações divulgadas pelo site 'The Intercept Brasil' e as associaram à prisão do ex-presidente Lula

11/06/2019 - Jornais internacionais repercutiram as trocas de mensagens entre procuradores da força-tarefa da Operação Lava-Jato e o ministro da Justiça Sergio Moro divulgadas no domingo pelo site The Intercept Brasil. O conteúdo das conversas — que sugere uma suposta combinação de atuações entre o ex-juiz e o procurador Deltan Dallagnol e uma discussão entre membros do Ministério Público Federal (MPF) para barrar uma entrevista do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Sillva (PT) — foi associado pelos veículos de outros países ao caso que envolve a prisão do petista e o impedimento de que ele concorresse pela presidência da República no ano passado (condenado em segunda instância, ele foi barrado pela Lei da Ficha Limpa). Os jornais também afirmam que a revelação coloca em dúvida a imparcialidade da Operação Lava Jato.

O francês "Le Monde" abriu sua reportagem sobre o tema com a pergunta "E se o maior escândalo de corrupção na história do país tivesse sido manipulado?". O jornal estabelece que caso as mensagens sejam verdadeiras, "elas derrotariam a suposta imparcialidade de Sergio Moro, que teria provido orientação e conselhos aos promotores contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado em primeira instância em 2017".


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]