Dez processos contra Deltan Dallagnol, o que pode afastar o procurador-chefe da Lava Jato


Deltan Dallagnol em imagem de 2015.

Pressão sobre procurador aumentou após reportagens com conteúdos de mensagens recebidas pelo ´The Intercept´ apontarem que ele tentou investigar o ministros do STF

09 AGO 2019 – POR GIL ALESSI

Imerso em uma crise de imagem desde o início da divulgação de suas conversas pelo site The Intercept, o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, agora corre o risco de enfrentar sanções por parte de seus pares. Ao longo dos próximos meses, o futuro do procurador está nas mãos do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), órgão de controle externo onde ele é alvo, até o momento, de ao menos dez pedidos de investigação —sendo nove reclamações (que podem ou não se tornar processos) e um procedimento administrativo disciplinar.

O CNMP tem autonomia para aplicar sanções que vão de uma simples advertência à demissão e cassação de aposentadoria. O órgão, composto por 14 conselheiros, se reúne duas vezes ao mês e, desde 2005, quando foi criado, instaurou 250 processos contra procuradores —em 75 deles suspendeu o investigado e, em 19, determinou a demissão, por razões que iam de violência doméstica a desvio de verba pública.

Dos dez pedidos feitos contra Dallagnol, o mais avançado é o procedimento disciplinar, que deve ser colocado em pauta já na semana que vem. É um caso relativo a entrevista dada pelo procurador na qual ele critica o Supremo Tribunal Federal (STF) por ser "leniente" com a corrupção. Apesar de não ter relação direta com os diálogos do 'The Intercept', a delicada trama com o STF é justamente o que deteriorou, nos últimos dias, a situação política de Dallagnol. As conversas de Telegram divulgadas indicaram que o grupo de procuradores criticava com frequência membros da Corte. E que ao longo dos últimos anos os procuradores planejaram, inclusive, buscar na Suíça provas contra Gilmar Mendes, conforme revelou nesta semana o EL PAÍS, em parceria com o The Intercept. Na semana anterior, a Folha de S.Paulo, também em parceria com o The Intercept, já havia revelado que Dallagnol tentou buscar informações a respeito de Antonio Dias Toffoli.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]