Conselho Comunitário do CIPP será empossado nesta sexta-feira, 24/9



26/09/2019

Com a iniciativa, as comunidades do entorno do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) passam a contar com uma representação para acompanhar as necessidades da população e contribuir com o desenvolvimento da região.

Os municípios de São Gonçalo do Amarante e Caucaia agora contarão com uma ferramenta poderosa na direção do desenvolvimento sustentável da região. O Conselho Comunitário do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) terá a posse dos seus 11 representantes realizada nesta sexta-feira, 27/9, a partir das 8:30, no auditório da empresa CIPP S.A. (Porto do Pecém). 

O Conselho foi criado para defender os interesses coletivos e exercitar a cidadania, por meio do protagonismo da organização social, reunindo e discutindo temas prioritários da região. Ao todo, quase 200 pessoas, vindas de 10 comunidades, estiveram envolvidas nesse projeto, que teve início em 2018 e contou com o apoio da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). 

Com o intuito de fortalecer, engajar e preparar os integrantes do Conselho para seguirem sozinhos, o Conselho teve o suporte da CSP por meio de uma consultoria especializada. “Durante um ano, estivemos com as comunidades para desenvolver este grupo. No primeiro momento, definimos os projetos prioritários de cada comunidade – pois cada uma tem sua própria demanda. Depois, fizemos os direcionamentos, seguida da eleição da coordenação. Agora, será realizada a posse do Conselho para que eles possam exercem o que eles aprenderam neste período”, explicou Cintia Takada, sócia-fundadora da Takao consultoria. 

Empoderamento social 
Durante as reuniões do grupo, foram definidos quatro objetivos específicos que o Conselho Comunitário irá trabalhar. São eles: induzir um canal de diálogo entre as comunidades e os órgãos públicos, propondo soluções e promovendo esclarecimentos dos direitos e deveres; estimular o resgate e o desenvolvimento da cultura local; buscar parcerias para fomentar e induzir ações e projetos; e contribuir com o desenvolvimento econômico regional e a geração de emprego e renda. 

“O Conselho Comunitário é uma forma muito eficaz de dar voz às comunidades. É como se a comunidade tivesse agora um representante, que é um elo entre suas demandas e o poder público ou quem for responsável por resolver aquela demanda”, destacou a Gerente de Relações com Comunidades, Cristiane Peres. 

Representantes eleitos para o Conselho Comunitário do CIPP 
Francisca Maria (Planalto Cauípe), Arandi Matos (Pecém), Socorro Silva (SGA - SEDE), Miguel Neto (Matões), Joselina Lima (Matões), Silvanez Alves (Pecém), Marlen Crisóstomo (Parada), Irineu Rocha (Angicos), Narcísio Duarte (SGA - SEDE), Jânua Keila (Bolso), Quércia Sampaio (Bolso)

CSP


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]