Colômbia, mais um país nas ruas. Para os microcéfalos dos minions isso é obra do Nicolás Maduro



POR FERNANDO BRITO · 22/11/2019

Primeiro, o Equador. Depois o Chile e, a seguir, a Bolívia. Agora, na Colômbia, centenas de milhares de pessoas em Bogotá e em outras cidades – Cali, Medellín, Cartagena, Barranquilla – protestando contra o Governo.

Sem contar o resultado eleitoral da Argentina…

Só mesmo os microcéfalos dos minions e de Eduardo Bolsonaro para achar que isso é obra do Nicolás Maduro ou do Foro de S.Paulo: levantar a América do Sul em um mês e meio!

Nem mesmo são os partidos de esquerda ou os sindicatos que estão levando as massas para as ruas.

Quem convoca estas multidões por todo o continente é a esperança, que entrou em eclipse.

Está lá, mas não a vemos mais.

E como jamais se esquece sua face, por toda a parte se a está procurando.

Isso não vai ser contido a polícia, a milico, a tiro, porrada e bomba.

Pior, estão quebrando, destruindo a ideia de progresso para todos, que viram em uma década em que ganharam mais que o povão, com este ganhando um pouco mais.

Estão construindo um ódio suicida.

Acham que vão sobreviver despachando policiais que mais parecem robocops sobre milhares de pessoas?

A América do Sul do início do século 21 tinha, querendo ou não, firmado um pacto de desenvolvimento que – na linguagem do capitalismo moderno, seria o tal “ganha – ganha”.

Mas nossa elite quis voltar a tempos inviáveis.

E inviável ficou ela…


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]