Globo provando do próprio veneno demite 37 jornalistas nas redações de jornais e revista



Principal alvo do governo Jair Bolsonaro no ataque à imprensa, as Organizações Globo demitiram funcionários nos jornais O Globo e no Extra. Pelo menos 37 jornalistas foram desligados nesta terça (19)

19 de novembro de 2019

As organizações Globo voltaram a demitir e desligaram 37 jornalistas nesta terça-feira (19). No início do mês, mais de cem funcionários foram demitidos atingindo equipes de entretenimento e das áreas de produção, transporte e figurino.

Enquanto trava uma queda de braço com Jair Bolsonaro, que escolheu a emissora como um dos alvos do ataque à imprensa, a emissora  diz que as demissões são apenas "ajustes" na busca por "eficiência e evolução".

Agora, os cortes foram nos jornais O Globo, maior publicação impressa do grupo, e no Extra. Segundo informações, as demissões ainda não foram concluídas e o número pode ultrapassar 40 pessoas desligadas do grupo nesta semana.

Além disso, a revista Galileu, que aborda temas relacionados a descobertas científicas, também deve ser descontinuada, devendo se manter apenas nas plataformas digitais.

As demissões geraram um clima de apreensão na redação da revista Época, que é a principal do grupo.

A informação é do site Metrópoles.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]