​Ação violenta da PM de Doria em Paraisópolis - SP termina com 9 pessoas mortas


  Foto: FELIPE SOUZA/BBC BRASIL

De Artur Rodrigues na Folha de S.Paulo.

Ao menos nove pessoas morreram pisoteadas na madrugada deste domingo (1º) em um baile funk na favela de Paraisópolis, zona sul de São Paulo, segundo informações da Polícia Militar.

De acordo com um registro policial, as vítimas foram pisoteadas depois de uma “ação de controle de distúrbios civis” —​ou seja, para dispersão do baile— feita pela Polícia Militar usando “munições químicas”.

Segundo a PM, policiais do 16º Batalhão realizavam operação contra pancadões na região, quando dois homens em uma motocicleta teriam atirado contra agentes da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) . O veículo fugiu em direção ao baile funk, supostamente efetuando disparos.

(…)

PS: Vídeos mostram a violência covarde da PM. O Conselho Estadual dos Direitos Humanos acompanhará a investigação da PM, assim como a Ouvidoria da polícia.

Ariel de Castro Alves, conselheiro do Conselho Estadual de Direitos Humanos, aponta erros na ação policial:

“Aparentemente, foi uma ação desastrosa da PM que gerou tumulto e mortes”, disse. “Tem sido frequente esse tipo de ação repressiva da PM em bailes de jovens na periferia e outras tragédias podem ocorrer”, acrescenta.

“O estado não oferece espaços adequados de cultura e lazer aos jovens da periferia e promove violência através de seus policiais”, afirmou ainda.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]