Bolsonaro agora quer Sérgio Moro no STF para tirá-lo da corrida presidencial


(Foto: Adriano Machado - Reuters)

Ciente de que Sergio Moro é seu concorrente, Jair Bolsonaro quer colocá-lo na suprema corte para tirá-lo do páreo e também para interferir na Polícia Federal

1 de fevereiro de 2020

Depois de tentar forçar sua demissão e perder a queda de braço, com a possível divisão do ministério da Justiça, Jair Bolsonaro agora quer indicar Sergio Moro para o Supremo Tribunal Federal. Com isso, ele materia dois coelhos com uma só cajadada: eliminaria um concorrente – o político Moro – da corrida presidencial  e também teria maior controle sobre a Polícia Federal, blindando aliados, como o filho Flávio Bolsonaro, suspeito de envolvimento com milícias e com o esquema Queiroz. 

"Aliados de Bolsonaro veem no gesto de indicar Moro um movimento para blindar um cenário em que ele pode surgir como seu adversário nas urnas na disputa presidencial de 2022", aponta reportagem de Gustavo Uribe e Daniel Carvalho na Folha de S. Paulo. "A indicação para o Supremo abriria ainda espaço para que o chefe do Executivo tenha mais ingerência no Ministério da Justiça, algo que ele vem buscando desde o começo do governo", apontam ainda os jornalistas.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor