O (des)governo do Brasil



POR FERNANDO BRITO · 24/02/2020 

João Montanaro, na sua charge da Folha, resume sem uma palavra a nova face do poder político no Brasil.

Não há, praticamente, um estado brasileiro onde a policia não tenha tomado o freio nos dentes e encostado na parede os governantes eleitos, exceção feita aos que já tinham se encostado antes e vivem num regime de promiscuidade total.

O caso do Ceará apenas desnudou, dramaticamente, o quanto a polícia se adonou da vida político-social.

O amotinamento de policiais no estado não teve, até hoje, uma palavra de crítica de Jair Bolsonaro.

É a sua turma.

Não é o presidente que porta um distintivo no paletó – uma “caveira” honorária, como sugeriu Sérgio Moro à bolsonarista Carla Zambelli (PSL-SP).

São os maus policiais, autoritários e ameaçadores que usam, como coletes à prova de punição, as faixas que Montanaro desenhou.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor