2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quarta-feira 30 de setembro de 2020 - Ano: XII - Edição: 4.364

Pedro Bial foi escalado pela Globo para atacar Petra Costa


Breno Altman, Pedro Bial e Petra Costa
Breno Altman, Pedro Bial e Petra Costa (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Reprodução)

O jornalista Breno Altman analisa os ataques do apresentador Pedro Bial contra a cineasta Petra Costa, que concorre ao Oscar de melhor documentário com o longa “Democracia e Vertigem”, e constata que ele foi "um vassalo, escalado pela Rede Globo para dar tal declaração”. “É uma maneira da emissora tentar enfrentar o filme", avalia

4 de fevereiro de 2020

O jornalista Breno Altman, em participação no programa Bom Dia 247, considera que os ataques do apresentador Pedro Bial contra a cineasta Petra Costa, dizendo que ela é “é uma menina querendo dizer para a mamãe dela que ela fez tudo direitinho”, foi “uma maneira da Rede Globo de enfrentar o filme, que contradiz sua versão dos acontecimentos políticos desde 2016, sem dar a cara a tapa”.

“Pedro Bial é funcionário da emissora, vassallo dos Marinho”, acrescenta ele.

Lembrando que o ex-apresentador do Big Brother Brasil escreveu uma biografia de seu chefe, o falecido Roberto Marinho, com "intuito de humanizar aquele que foi uma das mais importantes figuras da História do Brasil", segundo palavras do próprio Bial.  

Altman  destaca que a abordagem de Petra Costa no documentário, que expõe que o impeachment de Dilma Rousseff foi um golpe, é “antagônica” a versão de  Rede Globo, porta voz da Lava Jato.

O jornalista enfatiza que o fato de “Democracia e Vertigem” estar entre os cinco documentários indicados ao Oscar “já é uma vitória maravilhosa”.



0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor