2

São Gonçalo do Amarante - CE - Quarta-feira 02 Dezembro de 2020 - Ano: XIII - Edição: 4.427

Bolsonaro transforma o Brasil em república bananeira e precisa ser interditado


Carioca joga bananas para jornalistas em frente ao Alvorada

No dia em que é divulgado o pibinho de 1,1% e o dólar vai a R$ 4,56, Jair Bolsonaro emporcalha a presidência da República ao levar bananas para jornalistas. Basta!

4 de março de 2020

Carioca joga bananas para jornalistas em frente ao Alvorada (Foto: Reprodução)

Em um sinal de desespero por não conseguir entregar o tão prometido crescimento econômico, Jair Bolsonaro veio "armado" se encontrar com jornalistas em frente ao Palácio da Alvorada na manhã desta quarta-feira 4.

Diariamente, neste local, ele dialoga com apoiadores, ouve perguntas de jornalistas e é daí que muitas agressões saem de sua boca, a exemplo da ofensa com cunho sexual contra a repórter da Folha de S.Paulo Patrícia Campos Mello.

Hoje, Bolsonaro não tinha o que responder sobre o pibinho de 1,1% e à alta do dólar, que chegou a R$ 4,54, um dia depois de seu ministro da Economia, Paulo Guedes, chorar em um evento com movimentos de rua, ao dizer que não pensava que seria tão difícil e que encontraria tantos adversários.

E justamente por não ter o que responder, levou um humorista para desviar a atenção, Carioca, antigo conhecido do programa Pânico, da Jovem Pan. Ele imitou Bolsonaro, foi escalado para "responder" às perguntas da imprensa e ainda jogou bananas, em mais uma quebra de decoro do presidente. Pela primeira vez depois de tantos ataques, os jornalistas viraram as costas e foram embora.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor